27.1.15

A beleza é a ordem natural

"O divino é interior à natureza, consubstancial à natureza. (...) Descobrir a ordem natural, descobrir a felicidade e a harmonia múltipla e radiosa da natureza, será descobrir o divino." Sophia Andresen
A beleza da vida não é oposta à feiura, a beleza da vida está acima das contradições do mundo - é o interior do mundo!
A beleza é a felicidade da natureza, o divino que a move

A beleza é a ordem natural: a ordem ou é bela ou é feia (caos)
A beleza é o progresso natural, porque só estando aberto à sua beleza o ser pode criar ainda mais beleza - tornar-se ainda mais belo