24.1.15

A Criança é a Força da Vida, a Mãe é a Vulnerabilidade da Vida

"Quando a água se une ao fogo, o céu e a terra desvendam os mistérios da criação." Maria Flávia de Monsaraz
Quando a Mãe se une à Criança, desvendam-se os véus:
 
"Olhar o céu sempre foi ofício verdadeiro
vocação primeira. O azul se abria...
em matizes que a alma enumerava
e nele se perdendo encontrava
tudo o que paciente lhe ensinava
a palavra do silêncio que ela ouvia.
De terra era e na terra habitava
até que Amor a transportou um dia
num ramo. Mas não era só seu coração
que se alegrava pois o júbilo tudo
perfazia em música e cores:
um Jardim ali estava parecia
e mais que estar era o Reino encontrado por
todos aqueles que em flores já se abriam.
Como pode a palavra agrilhoada
dizer o voo a liberdade o dia
o eterno em nós aquilo que nos chama?
Uma fonte jorrou da alma enamorada
e outra e mais outra a ela se reuniram:
nenúfares hesitando entre branco e rosa
mais nada. E a fonte revelou o que o Jardim
dizia às almas silenciadas.
Ajoelhai-vos: é a dormição
da Mãe do Verbo.
Jaz cercada de anciãos
pelo Evangelista e sua palma verde.
Fonte e Origem ela sorria à espera:
um lago nesta hora um lago
sem brisa que o perturbe.
O Filho se aproxima. É ela a recém-nascida agora
em seus braços. Anjos pousam.
E ela ascende - folha de malva -
à fulgurante altura."
Dora Ferreira da Silva
 
 
"Dentro da dinâmica do centro do coração reside o grande segredo que dará fim à guerra dos sexos: a arte de conquistar a força através da vulnerabilidade." Maria Flávia de Monsaraz
... a arte de ser Criança através de ser Mãe, a Arte de Criar através de Sentir...
A Criança é a Força da Vida, a Mãe é a Vulnerabilidade da Vida