22.1.15

Naturalidade... divina!

A função primordial da mente é imaginar-se corpo, porque só assim recupera a capacidade de se criar a si mesma! Só assim recupera a condição de espírito que é:
"Toda a Matéria é Espírito" Álvaro de Campos
Toda a mente que se nega a imaginar como corpo, isto é, todo o pensar que se nega a imaginar como sentir nega a sua divindade! Ou, simplesmente, nega a sua naturalidade... divina!

Quando a Bíblia diz que o homem é semelhante a Deus, está a dizer que o homem é semelhante à (sua) Natureza (divina)... e ser semelhante, aqui, não significa senão... IGUAL... isto é, é uma repetição... é uma cópia...
A cópia só se originaliza quando volta a ser o original
O homem é igual à Natureza... o homem é a Natureza... e isso faz dele um ser sensível, um ser repleto de sentidos, de sentido! Um ser criador de si mesmo!

A religião e a ciência retiraram o homem da natureza
A missão suprema da arte é devolvê-lo a ela, a ele!