24.1.15

A sociedade é uma amnésia coletiva... um pesadelo coletivo

"Um dia será o aluno olhado pelo professor como um mensageiro do eterno em que têm de se ligar em perfeita harmonia toda a lembrança do passado e todo o sonho do futuro." Agostinho da Silva
A "lembrança do passado" é o sentir: só se lembra quem se sente
O "sonho do futuro" é o pensar: só se sonha quem se sente

A sociedade é uma amnésia coletiva...
Dizem que os homens têm memória curta, porque será?
São anestesiados para não sentir... de onde mais pode vir a memória verdadeira do ser? Aquela memória que não vem escrita em lugar nenhum senão na alma?

"Deste Deus-Homem, alto e infinito,
Os livros que tu pedes não trazia,
Que bem posso escusar trazer escrito
Em papel o que na alma andar devia."
Luís de Camões
 
A sociedade ensina o que está escrito nos livros e faz esquecer a lembrança eterna do ser que é o sentir da alma!
  A sociedade é um pesadelo coletivo...
Ao não se sentir, o homem é incapaz de se sonhar, e não se sonhando, que é a função da mente enquanto ainda não cegou, só lhe resta o pesadelo...
Não há essa coisa de sonho e realidade - a realidade é o sonho!
Porque a realidade é o sentir palpável não é o pensar impalpável relativamente a ela