27.1.15

A verdadeira Justiça não julga mentalmente, sente fundamentalmente

Essa é a verdadeira Justiça! A que vem da Balança! Que não julga mentalmente, mas que sente fundamentalmente: o que é belo e o que não é
A beleza é a inteireza do ser

 
Essa é a Justiça da bela Natureza! A beleza que está inscrita em cada ser natural!
A Beleza é Lei na Natureza! Sê belo como a Natureza!
A beleza é a perfeição que Virgem busca com a mente, mas só sentindo-a ela a alcança, a é!

 
Toda a mulher fica mais bela quando é mãe (se for de si mesma, ainda mais!), porque a beleza é o fundo do ser! É a luz do ser!