29.1.15

Não há homem nem mulher, há só AlmA, há só Sentir!

Pois se o ar que é a mente morre, o homem morre, e o que fica é o fogo terno
O que fica é a BelezA, a AlmA iluminada: A Mãe e a CriançA
Todo o machismo é ridículo porque é querer fugir de ser a BELEZA DO FEMININO, de ser sensível, é querer fugir do que une à VidA: a Si MesmA!
Não há homem nem mulher, há só AlmA, há só Sentir!

http://youtu.be/PiDwuxPpxVs

Ah, mas o Espírito acaba em O, pois é, mas Ele manifesta-se na Terra através da AlmA, da Mâe! O Espírito é Terna CriançA
Só se chega ao O através do A! O que é o A? É só olhar para a letra:
Assentando os pés no chão - na Mãe-TerrA!
Isto é, o homem só se consegue levantar do chão sentindo a Mãe-Terra, caso contrário, não conseguirá olhar o Céu... a Luz que é!