23.1.15

Livrai-nos de não sentir!

O homem não nasce para andar, nasce para voar, para ser a tal ave à solta!
Andar é apenas a preparação para voar

 
Ave Terra cheia de Graça
O Sentir é convosco
Bendita sois Vós entre os planetas
Bendito é o fruto do vosso ventre Céu
 Sentir nosso que estais no Céu
Santificado seja o Vosso nome
Venha a nós o Vosso Reino
Seja feita a Vossa Vontade
Assim na Terra como no Céu ...
A Alegria nossa de cada dia nos dai hoje
Perdoamo-nos por havermos só pensado
E não nos deixeis cair de novo no esquecimento
Livrai-nos de não sentir!