25.1.15

Só sendo poeta se pode criar de verdade! COM SENTIDO

O modo como amamos é o modo como criamos a nossa vida, como queremos a nossa vida - é através do coração que se cria, que se quer
Não se cria um mundo novo sem aprender de novo a amar, e não se aprende de novo a amar sem aprender de novo a sentir

O grego vive realmente à beira-mar, mas é um mar fechado... não é um mar aberto como o português... e, assim, ele sente-se... fechado
O português é o sentir aberto! É o sentir alto... do mar alto!
Do mar criador... poeta! Só sendo poeta se pode criar de verdade! COM SENTIDO
http://youtu.be/gHi-w21os7E

O grego vive realmente à beira-(a)mar, ele nunca se reviu nas leis mortas europeias mas também não conseguiu descobrir uma alternativa que lhe nascesse de dentro: não conseguiu criar-se a si mesmo!
Essa é a dignidade mais profunda do ser:
CRIAR-SE SEGUNDO AS SUAS PRÓPRIAS LEIS!
Pois sendo obra de arte da natureza as únicas leis que o podem reger é as dela!