26.1.15

O problema do Brasil, como o de Portugal, é dar mais valor ao que é estrangeiro do que ao que é natural de si mesmo

O problema do Brasil, como o de Portugal, é dar mais valor ao que é estrangeiro do que ao que é natural de si mesmo, é dar mais valor ao complexo do que ao que é simples, é dar mais valor ao que está longe do que ao que está tão perto
No fundo, é o problema do homem: dar mais valor a qualquer coisa que venha de fora e não ao que lhe vem de dentro, dar mais valor ao pensamento adquirido pelos outros do que ao sentimento que lhe é inato!
No fundo, é o problema de viver só no tempo e ter deixado de viver na eternidade: no que é Real!
A eternidade não está ali, é aqui

É o Brasil que prefere ser escravo da América do Norte do que criar a sua própria visão da vida! É o Brasil que prefere adotar a cultura que não é dele, em vez de criar a sua própria! Sim, porque para criar a sua própria é preciso enfrentar-se! E o Brasil é assustadoramente gigante!
O sentimento brasileiro é tão grande que, iluminado, faz renascer toda a terra!