26.1.15

S-E-M-T-I-M-I-N-T-O! S-E-N-T-I-M-E-N-T-O!

O sentimento é o manto... de luz!...
"Estarás perdida no interior da noite no respirar do mar
Porque esta é a vigília de um segundo nascimento
 
O sol rente ao mar te acordará no intenso azul
Subirás devagar como os ressuscitados
Terás recuperado o teu selo a tua sabedoria inicial
Emergirás confirmada e reunida
Espantada e jovem como as estátuas arcaicas
Com os gestos enrolados ainda nas dobras do teu manto"
Sophia Andresen
 
"A palavra veste a alma" Teixeira de Pascoaes
Mas quando a crença se desfaz, as palavras se desfazem, e o que fica é o manto iluminado do sentimento incomunicável senão pelo que nos é comum: A (Música da) LUZ!
 

A grande dor de amor grita em nós: "SEM TI, MINTO!" vezes e vezes sem conta
Até que um dia escutamos apenas em nós isso:
S-E-M-T-I-M-I-N-T-O! S-E-N-T-I-M-E-N-T-O!