28.1.15

O adjetivo é a máscara, o substantivo é o rosto

O ser que se vê como belo prende-se a um estado - ao Espaço e ao Tempo
O ser que se vê como a Beleza liberta-se para ser a essência - o Infinito e a Eternidade

Os adjetivos são obstáculos para o substantivo!
Liberta-te dos adjetivos e voa para o substantivo que és!

 O adjetivo é a máscara, o substantivo é o rosto
Ser português de verdade é ser Portugal, ou melhor, ser terreno de verdade é ser a Terra
Ser vivo de verdade é ser a Vida