22.1.15

Só o sentir é divino, e ele não é divino...

"Só a natureza é divina, e ela não é divina...
Se falo dela como de um ente
É que para falar dela preciso usar da linguagem dos
homens
Que dá personalidade às cousas, ...
E impõe nome às cousas.
Mas as cousas não têm nome nem personalidade:
Existem, e o céu é grande a terra larga (...)." Alberto Caeiro
Só o sentir é divino, e ele não é divino
Se falo dele como doente (!)
É que para falar dele preciso usar a linguagem dos
homens
Que dá nome às coisas,
E impõe significados aos sons.
Mas as coisas não têm nome...
São o que são