26.1.15

Viver é bem simples, deixar que a mente morra...

"Com os gestos enrolados ainda nas dobras do teu manto" Sophia Andresen
Com o movimento do ser unido ao sentimento da vida

Viver é bem simples, é deixar que a mente morra, sendo igual à água de onde veio, entregando o seu movimento ao fogo do coração: ao sentimento!
É assim e só assim que a vida se revela... VIVA! Que os olhos da mente se fundem com os do coração e ganham a luz da própria vida!