26.2.15

Não queiras que seja amor, deixa que seja amor

Não queiras que seja amor, deixa que seja amor
O querer é o verbo da falta de ser, o deixar é o verbo do ser
O querer é rápido, o deixar (let) é lento, mas é a forma do amor ser real, o que ele é
"Eu deixo" (por amor, não por medo ou indiferença), e livro-me de mim
Ou, "eu quero deixar" que seja o que é... e a sombra passa para o (a)lado da luz
Lutar pela verdade é render-se... à vida, não a nada nem a ninguém

Mortos estão os que se separaram do sono, não os que a ele voltam
O sono deixa, a falsa vigília quer
http://youtu.be/FrnxbZSeStU

Quem não sabe deixar, reduz-se ao queixar
Peixes, ou SE deixa, ou se queixa
A pior "falta de chá" é não saber dar chá para si mesmo  deixar-se ser a si mesmo
Chá é calor húmido... como o Amor