3.2.15

Que milagre da vida és tu?

Sim, alma linda, tudo tem a ver contigo, é claro! És tu que estás a vê-lo, a vivê-lo, com quem mais poderia ter a ver?
Mas agora, quem és tu para que tudo tenha a ver contigo? Que milagre da vida és tu? Esse é que é o ponto... de luz... se não a pessoa fica a achar que é o centro do mundo mas nem conhece o centro do mundo que é...
http://youtu.be/stcQlmM941k
"...seres um milagre criado só pra mim"
É esse centro do mundo que precisa ser devolvido a cada ser, mostrando-lhe que é realmente o centro do mundo e que ser essa causa primeira do mundo é o que o liga aos outros, é o que ele tem de comum com os outros!
http://youtu.be/3Aduf5JGCNQ
O estado em que o homem vive fá-lo viver como se fora num limbo... nem sabe que é criador nem aceita ser criatura... vive numa guerra constante contra si mesmo... não vê nada... não se lembra de quem é...
O limbo é quando eu não lembro de quem sou... o homem vive no limbo e acha isso normal, acostuma-se a não se lembrar de quem é, no fundo... e isso é o pior que ele pode fazer a si mesmo... ignorar-se... desprezar-se em nome de uma coisa que nem existe chamada sociedade
EM NOME DE UMA COISA QUE NEM EXISTE CHAMADA SOBREVIVÊNCIA
Sim, porque só o que nunca morre pode realmente sobreviver: a alma
O corpo NUNCA sobrevive... a não ser que... se reúna à alma... em vida! Na visão!

Limbo significa orla... o português prefere a "orla vã desfeita" se não puder alcançar (ser) tudo, diz Fernando Pessoa
Ora, viver na orla é não mergulhar no mar, no sentir
Isso é ver no limbo: só o mar nos faz relembrar de quem somos:
"mas nele é que espelhou o céu"
http://youtu.be/V57iQqqehJI
A mente é a orla do corpo... o ser teme mergulhar no mar escuro do corpo e, assim, fica sem saber por e para que foi feito, fica sem saber que é perfeito! Que é só peito... de luz!
http://youtu.be/Iu3fGsRZjpQ
O corpo só canta: "deixa-me ser só ser... um peito de luz"