5.4.15

Chorar com compreensão é o fiel processo de iluminação

Saturno é o tempo mau que ninguém (Plutão?) quer, mas só ele nos (e)leva ao templo onde o Sol brilha ternamente
Saturno foge de medo do Plutão, Plutão foge da tristeza de Saturno
E assim andam as duas mortes em fuga, quando a sua união seria a Vida tal como ela é
O que faz Saturno fugir de Plutão é o mesmo que faz o Plutão fugir do Saturno: o medo de sentir a tristeza... o vazio... até ao fim... o medo... da morte
O que Plutão profundamente quer é sentir a tristeza de Saturno pois só assim se liberta finalmente do sacrifício que é a vida na Terra

"Escuta: eu te deixo ser, deixa-me ser então" Clarice Lispector
Disse o Saturno ao Plutão... e puseram-se os dois a chorar... até ao infinito


Escuta: eu te deixo ser feliz (luz, livre), deixa-me ser triste então

Chorar com compreensão é o fiel processo de iluminação
O Mar chora, a Areia compreende-o...
A alma chora, o corpo compreende-a...
Compreender é co-preender... é como dar a mão...
O coração precisa de se sentir Dois/Deus para poder voar
AMAR = Mar + Areia = alma + corpo