27.4.15

Não precisar nem querer, simplesmente Amar

Não precisar (medo, Lua) nem querer (desejo, Sol), simplesmente Amar
Só compreende a Vida quem experimentou os seus verdadeiros limites... e eles são sempre outros, são sempre novos


O querer é o precisar mascarado... o querer é o precisar fingido, o precisar é o querer fugido
Com toda a força te quero e com toda a fraqueza preciso de ti... um dia uni-los-ei... só... te amando