3.5.15

Saudade é amar mais do que se pode

O pensar morre quando o sentir ama mais do que pode
Eis o mais belo dos pecados, o que santifica

Saudade é amar mais do que se pode
Amar o que se pode é amar o que está, amar mais do que se pode é amar o que não está, o que é
E só se ama realmente o que está quando se ama o que não está
https://youtu.be/tYfNX3iyw2s
Saudade é o desejo santo
A Saudade é a rebeldia da alma de amar o imposs(u)ível

A Saudade é a rebeldia da alma de amar o imposs-u-ível
Neptuno adora o (sonho) impossível, Urano adora o (real) impossuível